Meus aprendizados ao me tornar autônoma e trabalhar em rede.

Muita gente busca por sentido, significado, propósito e acha que depois que tudo isso é descoberto, irá só gozar da vida. De fato, essas conquistas são essenciais para levar uma vida plena. Mas, descobrir seu verdadeiro propósito é uma coisa, colocá-lo em prática é outra! rs

Compartilho com vocês alguns dos meus aprendizados nessa trajetória de empreeendedora autônoma, ou seja, empreendedora da minha própria vida:

1 - EXISTE ANSIEDADE MESMO SABENDO SEU PROPOSITO

A ansiedade de compreender, ou melhor, sintetizar o propósito, não existe mais. Porém, a ansiedade de saber qual caminho vai ser percorrido existe, pois percebi que só agora que começou o jogo! Ansiedade, se bem dosada, é importante porque nos leva adiante. Precisamos apenas ficar atentos para que ela não nos traga angústias.

2 - DISCERNIMENTO É A CHAVE PARA AGIR

Desenvolver autonomia, na minha opinião, significa: empreender a nossa própria vida através do autoconhecimento. Feito isso, ganhamos liberdade para compreender quem somos e quais são as nossas necessidades. Porém, é fundamental que haja discernimento para olharmos as necessidades do mundo com mais atenção e fazermos o que realmente precisa ser feito, ao invés de fazer apenas aquilo que irá suprir nossas necessidades pessoais.

2 - COMUNICAR O "PORQUE" AO INVÉS DE "O QUE"

Saber comunicar o porquê faço o que faço me aproxima das pessoas. Se eu comunicar só o que eu faço, me restrinjo a um campo de possibilidades porque o formato pode não ser adequado para determinada pessoa. Se ela souber o porquê, ou seja, o propósito daquela ação, posso atendê-la de diversas formas.

3 - CRIAR FORMATOS BASEADOS NAS NECESSIDADES DO SEU PÚBLICO ALVO

Compreender seu público alvo é saber com quem você quer mais interagir. Depois que fiz meu estudo de público-alvo, ficou mais fácil de criar soluções de acordo com suas necessidades. Além disso, apostar em vários formatos de atendê-lo, na minha opinião, é melhor do que apostar só em um, desde que todos eles estejam alinhados com o seu propósito e com as necessidades do mundo.

4 - PROCESSOS PONTUAIS TE DÃO LIBERDADE PARA ESTAR EM QUALQUER LUGAR

Um produto ou um serviço que tem começo, meio e fim te permite a realizá-lo onde quer que você esteja. Foque em algo que tenha confiança em oferecer às pessoas. Pense em uma opção de curta duração, um encontro por exemplo, e outra de longa duração para ter a oportunidade de servir várias necessidades. Desta forma, também há um fluxo financeiro próspero. Esse processo pode se dar em diversos formatos, como por exemplo, workshops, livros, viagens, etc. Por exemplo: o workshop "Criando seu Trabalho com Signficado" acontece a cada 45 dias e tem duração de 3 horas.

5 - PROCESSOS RECORRENTES TRAZEM SEGURANÇA 

Um processo cíclico, sem começo, meio e fim, com interações periódicas, te dá a oportunidade de focar no desenvolvimento das pessoas. Por consequência, traz segurança financeira mensal. Crie algo que as pessoas possam participar a qualquer instante e constantemente para que você possa acompanhar o processo delas. Os formatos de interação recorrentes são vários, por exemplo: entrega de produtos/serviços em pacotes mensais, consultoria, atendimentos, sessões, encontros em grupo, etc.  

6 - EXPONHA O SEU PROCESSO CRIATIVO

Aprendi com o grande Austin Kleon, no seu livro "Show your work" que devemos mostrar o nosso processo criativo e não apenas a arte final. Compartilhe o que você está fazendo pois isso ajuda as pessoas a se aproximarem de você!

Esses foram alguns dos meus aprendizados no processo de desenvolver autonomia e viver em rede. Se você quiser ajuda no seu processo, veja qual oportunidade supre mais as suas necessidades clicando aqui