Trabalhar para viver e não viver para trabalhar.

Investir seu tempo e energia naquilo que faz sentido é muito digno. O que não é genuíno é trocar todo seu tempo por dinheiro. Se ganhar a quantia total que deseja, quando vai gastar esse dinheiro? No final da vida? Pagando a doença de tanto trabalhar? A coisa mais preciosa que temos é o nosso tempo. Por isso, o segredo é fazer a trajetória da vida ser prazerosa. 

Para que serve o dinheiro?

Vale a pena gastarmos toda a nossa vida trabalhando por ele? O que ele compra que é essencial na vida? O dinheiro é só mais um meio para conquistarmos aquilo que desejamos. Ele não é um fim, mas a consequência daquilo que fazemos.

Por exemplo, eu estou no Rio de Janeiro agora, escrevendo esse texto de um café delicioso e daqui a pouco vou para a praia. Se você me perguntar “ Mas você não tem um monte de outras coisas para fazer?" Sim. Sempre tenho.  Mas é importante conseguir aproveitar a vida enquanto dá tempo. Amanhã volto para São Paulo, então, se eu passar o dia num café trabalhando, não verei o dia passar, não vou sentir a brisa do mar e nem ouvir as ondas baterem. 

Se a gente gastar todo nosso tempo servindo a um propósito maior, a vida terá valido muito mais a pena. Se a gente usar a vida para resolver necessidades genuínas ela fará muito mais sentido. 

A todo tempo estou a serviço de um propósito maior. Além disso, gosto de curtir um sol na praia lendo um bom livro. Não vou deixar para curtir isso só no final da vida. Sinto necessidade de fazer isso durante a vida.

Faço da minha vida um meio para ajudar as pessoas a viabilizarem seus recursos (tempo, dinheiro, habilidades etc) para fazerem o que gostam de uma maneira que se sintam livres, realizadas e seguras para seguirem seus caminhos com mais autenticidade. 

O ideal é que a sua motivação para trabalhar venha de um propósito maior e que o dinheiro seja a consequência disso. E não que o objetivo seja o de receber um salário no final do mês, independente do que você faz. 

Você sabe o que quer fazer da sua vida daqui 10 anos? 

Você sabe o que quer ser daqui 10 anos?

Você sabe o que quer ter daqui 2025 anos?

A essência disso pode ser vivida hoje?

De que forma você pode trabalhar para viver e não viver para trabalhar?

Encontre a harmonia entre viver o que quer hoje e conquistar o que quer viver no futuro.

O equilíbrio é o que nos traz mais satisfação ao longo da vida.