Conheça o Ciclo de Transição: Uma ferramenta para fazer sua transição de trabalho da forma mais suave possível

Eu estava querendo fazer uma transição, mas não sabia os passos que eu precisava dar. Só sabia onde eu queria chegar. Então eu comecei a conversar com várias pessoas que já passaram por uma transição para levantar o que tinham em comum para que eu pudesse entender os possíveis passos que eu poderia dar a partir da experiência deles.

Algumas conclusões que eu tive das principais características de uma transição:

  • Lidando com incertezas: Não precisamos saber onde queremos chegar. Basta sentir que não faz mais sentido estar onde está.
  • É um processo cíclico: Não tem idade certa nem fase ideal para começar.
  • Individualidade no processo: Não tem um tempo definido para fazermos a transição. Cada pessoa tem seu ritmo para fazer a transição e leva seu tempo. Enquanto uns fazem em 6 meses, outras fazem em 6 anos.
  • Explorar é obrigatório: Precisamos experimentar e testar novas possibilidades para saber o que desejamos fazer.
  • Alinhamento: Tomamos decisões baseadas nos nossos valores.
  • Autoconhecimento: É importante saber nossas necessidades e usá-las como critérios para decidir o que queremos fazer.

Só escrever os aprendizados não foi o suficiente para mim. Aos poucos eu entendi que a transição é um ciclo sem fim. E um ciclo tem fases e em cada uma delas é preciso agir de uma determinada maneira para passar para a fase seguinte.

Apesar desse processo não ser linear, senti a necessidade de ordená-lo para me localizar nesse ciclo e entender o que eu precisava fazer na fase que eu me encontrava. 

Por isso, transformei esse ciclo num esquema. Ele foi muito útil para mim e hoje é a minha principal ferramenta para ajudar as pessoas a fazerem uma transição. Ela faz parte da metodologia da Bússola Interna, que consiste em realizar 3 grandes passos:

1. Investigação do que faz sentido

2. Aceitação dos impedimentos e Ampliação de Horizontes

3. Criação e aplicação do Plano de Transição

Me inspirei para fazer essa ferramenta nos vários depoimentos que ouvi, de quem passou por uma transição, e também no arquétipo do processo de tomada de decisão desenvolvida pela Adigo - principal consultoria de desenvolvimento de empresas e famílias no Brasil, onde fui. 

Como o Goethe disse “O tempo é espiral”. Por isso, o ciclo de transição acontece a todo momento de várias formas na vida. Basta sabermos a fase que estamos para entender o que pode vir a acontecer. 

Não adianta criar um plano mirabolante para sua transição. O importante é saber dar os saber os próximos passos com foco no futuro que deseja criar.

Esse processo é desenhado para ser totalmente conduzido por você com responsabilidade e autonomia. 

Fiz um PDF especialmente para quem quer está insatisfeito com o trabalho e a vida e pensa em fazer uma transição. Lá você encontra uma explicação mais detalhada da ferramenta ciclo de transição e exercícios que podem te ajudar a começar esse processo. Para baixar o PDF, basta clicar nesse link.