vida com propósito

Por que separamos vida profissional de vida pessoal?

Formatura do programa Ser.Vir na Casa Cuore

Formatura do programa Ser.Vir na Casa Cuore

Herdamos da revolução industrial a necessidade de ser quase uma máquina que produz incessantemente, ignorando necessidades pessoais. Assim se mantém o sistema a que estamos submetidos. Então, muitas vezes as pessoas encaram o trabalho como algo onde não é permitido mostrar sentimentos e emoções.  Muitas vezes é preciso agir de uma forma completamente diferente de quem se é.

Ao meu ver, é impossível um trabalho com significado se não houver a quebra dessa barreira que divide as duas coisas.

Recentemente fiz a pergunta: "O que significa a trabalho para você?". Algumas respostas foram:

Trabalho pra mim é um local/ação que eu aprendo coisas novas todos os dias, da maneira que esse conhecimento se apresentar e no final tenho um sentimento de satisfação/propósito. – Nathan Parada

‘Aquela parte chata da vida que proporciona aquelas coisas legais da vida” – Beatriz Izzo

“Vida, fluxo, complemento, meio para um fim/propósito.” – Mari Viana

TRABALHO = DIGNIDADE?

Acho estranho que passado tanto tempo e diante de tantas revoluções, aquele pensamento antigo se mantenha, onde a dignidade se faz do trabalho suado. Se já o nome, com raíz do latim, carrega as marcas de um objeto de tortura da antiguidade, tripalium, já deveria ter sido ressignificado.

Pelo contrário, temos a mania de valorizar o que é referente a trabalho e desmerecer o que é lazer ou cuidado pessoal. Quantas vezes as pessoas não justificam faltas em compromissos por causa de trabalho. E se é trabalho, está tudo bem! O mesmo se faz do contrário, quando só aceitam algo se for por esse motivo. Até quando?

Uma participante do workshop Reset que ministrei no mês passado, contou que numa mesma época perdeu o pai, o emprego e mudou de casa. Quando as pessoas se dirigiam a ela só perguntavam quando voltaria a trabalhar.

TRABALHO VIROU OBJETO DE STATUS E ESCUDO E DESCULPA PARA NÃO LIDARMOS COM OS SENTIMENTOS – OS NOSSOS E OS ALHEIOS.

Resta saber o quanto cada um de nós está realmente a mudar essas crenças. Cabe a nós começar a fazer essa mudança e introjetar dentro de nós. Responder diferente do que é dito e posto. 

Quando eu falo sobre trabalho com significado, é algo que gere remuneração sim, pois é necessário, mas que esteja intimamente ligado ao que se é individualmente – o propósito, a história de vida de cada um, os talentos, etc. Por isso está totalmente ligado ao pessoal e ao autoconhecimento. Falo sobre isso num próximo post.

Se você gostou do texto, clique no aí embaixo. Fazendo isso, você ajuda essa história a ser encontrada por mais pessoas.

Se você quer fazer a sua transição para um Trabalho com Significado, faça o Programa Travessia.

Meus aprendizados ao me tornar autônoma e trabalhar em rede.

Meus aprendizados ao me tornar autônoma e trabalhar em rede.

Muita gente busca por sentido, significado, propósito e acha que depois que tudo isso é descoberto, irá só gozar da vida. De fato, essas conquistas são essenciais para levar uma vida plena. Mas, descobrir seu verdadeiro propósito é uma coisa, colocá-lo em prática é outra! rs

Compartilho com vocês alguns dos meus aprendizados nessa trajetória de empreeendedora autônoma, ou seja, empreendedora da minha própria vida:

1 - EXISTE ANSIEDADE MESMO SABENDO SEU PROPOSITO

A ansiedade de compreender, ou melhor, sintetizar o propósito, não existe mais. Porém, aansiedade de saber qual caminho vai ser percorrido existe, pois percebi que só agora que começou o jogo! Ansiedade, se bem dosada, é importante porque nos leva adiante. Precisamos apenas ficar atentos para que ela não nos traga angústias.

2 - DISCERNIMENTO É A CHAVE PARA AGIR

Desenvolver autonomia, na minha opinião, significa: empreender a nossa própria vida através do autoconhecimento. Feito isso, ganhamos liberdade para compreender quem somos e quais são as nossas necessidades. Porém, é fundamental que haja discernimento para olharmos as necessidades do mundo com mais atenção e fazermos o que realmente precisa ser feito, ao invés de fazer apenas aquilo que irá suprir nossas necessidades pessoais.

2 - COMUNICAR O "PORQUE" AO INVÉS DE "O QUE"

Saber comunicar o porquê faço o que faço me aproxima das pessoas. Se eu comunicar só o que eu faço, me restrinjo a um campo de possibilidades porque o formato pode não ser adequado para determinada pessoa. Se ela souber o porquê, ou seja, o propósito daquela ação, posso atendê-la de diversas formas.

3 - CRIAR FORMATOS BASEADOS NAS NECESSIDADES DO SEU PÚBLICO ALVO

Compreender seu público alvo é saber com quem você quer mais interagir. Depois que fiz meu estudo de público-alvo, ficou mais fácil de criar soluções de acordo com suas necessidades. Além disso, apostar em vários formatos de atendê-lo, na minha opinião, é melhor do que apostar só em um, desde que todos eles estejam alinhados com o seu propósito e com as necessidades do mundo.

4 - PROCESSOS PONTUAIS TE DÃO LIBERDADE PARA ESTAR EM QUALQUER LUGAR

Um produto ou um serviço que tem começo, meio e fim te permite a realizá-lo onde quer que você esteja. Foque em algo que tenha confiança em oferecer às pessoas. Pense em uma opção de curta duração, um encontro por exemplo, e outra de longa duração para ter a oportunidade de servir várias necessidades. Desta forma, também há um fluxo financeiro próspero. Esse processo pode se dar em diversos formatos, como por exemplo, workshops, livros, viagens, etc. Por exemplo: o workshop "Criando seu Trabalho com Signficado" acontece a cada 45 dias e tem duração de 3 horas.

5 - PROCESSOS RECORRENTES TRAZEM SEGURANÇA 

Um processo cíclico, sem começo, meio e fim, com interações periódicas, te dá a oportunidade de focar no desenvolvimento das pessoas. Por consequência, traz segurança financeira mensal. Crie algo que as pessoas possam participar a qualquer instante e constantemente para que você possa acompanhar o processo delas. Os formatos de interação recorrentes são vários, por exemplo: entrega de produtos/serviços em pacotes mensais, consultoria, atendimentos, sessões, encontros em grupo, etc.  

6 - EXPONHA O SEU PROCESSO CRIATIVO

Aprendi com o grande Austin Kleon, no seu livro "Show your work" que devemos mostrar o nosso processo criativo e não apenas a arte final. Compartilhe o que você está fazendo pois isso ajuda as pessoas a se aproximarem de você!

Esses foram alguns dos meus aprendizados no processo de desenvolver autonomia e viver em rede. Se você quiser ajuda no seu processo, veja qual oportunidade supre mais as suas necessidades clicando aqui

A diferença e a semelhança em tudo que eu faço

A diferença e a semelhança em tudo que eu faço

Às vezes, pessoas me perguntam:  "Por que você faz tanta coisa?". E eu respondo: "São estratégias diferentes de atingir o meu propósito. No post, da semana passada, expliquei sobre a diferença entre Propósito, Processo e Propostas  

Seguindo a mesma linha, hoje eu gostaria de explicar a unidade de tudo que eu faço, além de pontuar as diferenças e a similaridades para que você reflita sobre a melhor opção para você.

Como falei anteriormente, ajudo as pessoas a tomarem as rédeas de suas próprias vidas. Em outras palavras: a se empoderarem de si mesmas para que possam, dessa forma, viver com propósito.

Através dos meus conhecimentos em Antroposofia e das minhas habilidades de Coaching e Facilitação de grupos, ofereço algumas atividades.

O segredo é orientar-se pelo propósito.

O segredo é orientar-se pelo propósito.

Se temos 191 paises que constituem hoje o globo terrestre, porquê não podemos ter 191 propostas para manifestar o nosso propósito no mundo?

Atuar profissionalmente em ramos diferentes não necessariamente significa não estar focado. Se tudo o que você fizer estiver alinhado ao seu propósito, está tudo bem. O importante é que o seupropósito esteja claro para que você oriente suas ações.

Vamos imaginar que o núcleo da terra é o nosso propósito, que o manto representa nossosprocessos e a crosta, ou melhor os países, as nossas propostas de manifestação do propósito. 

Lembre-se que o "Propósito" é algo que você esteja a serviço em tudo que você faça. É algo maior do que você mesmo, que vai representar o legado para as futuras gerações. É a sua intenção de vida.

"Processos", são as maneiras de servir aquele propósito, colocando seus valores, talentos e paixões à disposição para servir alguma necessidade real do mundo.

Já as "Propostas" são as formas que você gostaria de "empacotar" as suas habilidades, seus talentos, paixões para realizar seus sonhos.

Veja o meu exemplo na imagem abaixo para facilitar seu processo.

Algumas dicas:

Comece pensando no seu "Núcleo" ao invés dos "Países"

Depois que entendi que meu propósito é ajudar as pessoas a tomarem as rédeas das próprias vidas, entendi que poderia usar todas as minhas habilidades a serviço disso, mesmo entendendo que uma pessoa é completamente diferente da outra. Adquiri mais liberdade para pensar em formatos diversos, colocando à disposição minhas paixões  - como a fotografia e as artes manuais - assim como minhas habilidades através do coaching e facilitação de grupos. Todos esses formatos servem ao mesmo propósito. Depois que caiu a ficha, não tive que fazer uma única escolha.

Troque o "E" pelo "OU" quando pensar em suas "Propostas".

Ao invés de separar as suas paixões, veja o que há de comum entre elas e formate produtos ou serviços que estejam alinhados a isso. Você pode ser tudo que quiser, basta começar.

Conheça ferramentas que podem te auxiliar na descoberta do seu "Propósito". 

Na semana que vem, realizo mais uma edição do workshop "Criando Seu Trabalho com Significado". Nele vou apresentar algumas soluções para você colocar em prática tudo isso que citei acima. Para fazer sua inscrição, clique aqui.

E se quiser aprofundar e criar o seu Plano de Transição para viver com mais Propósito, participe do Conectando Pontos, um programa de 3 meses com encontros semanais!


Te espero!

POR QUE UMA BÚSSOLA INTERNA PODE TE AJUDAR?

POR QUE UMA BÚSSOLA INTERNA PODE TE AJUDAR?

É muito fácil para um coach fazer perguntas difíceis, como por exemplo: “Qual é a sua missão de vida? Quais são seus valores? Qual é a sua visão de futuro?” e pensar que as respostas serão imediatas, não é? Não. Nós sabemos o quão complexas e profundas são elas. É exatamente por isso que, ao longo dos últimos 9 anos, descobri outras formas de chegar a essas respostas, buscando o real significado de sermos orientados pela missão, por valores e por uma visão de futuro.

Bússola Interna é uma ferramenta para encontrar coerência entre o sonho e a realidade. Entre aquilo que imaginamos ser ideal e daquilo que conseguimos fazer. Além de contribuir para responder essas perguntas existencialistas de forma mais flúida, o posicionamento do conteúdo ajuda a entender qual é o nosso norte e como fazemos para chegar lá. No meu olhar uma vida com propósito é a composição do trabalho com significado e do estilo de vida alinhado com valores pessoais, por isso estes são os principais eixos da Bússola. Afinal, passamos a maior parte das nossas vidas trabalhando. Não é mesmo?

Por isso, para conseguir pensar na vida, precisamos pensar no trabalho. Comece criando o seu Trabalho com Significado. Quando bem feito, temos o sentimento de autorrealização e conseguimos ter um estilo de vida com propósito. O desenvolvimento da autonomia e da liberdade é um processo individual e ferramentas de coaching usando os conceitos da Antroposofia ajudam a explicar o fenômeno por trás dessa fórmula. É muito importante que cada pessoa se oriente pela sua própria Bússola Interna e muitas vezes ela está nebulosa em meio de tantos pensamentos, sensações e desejos. E só é possível desenvolver a sua bússola interna mergulhando em si mesmo.   

No workshop "Criando seu Trabalho com Significado" trago ferramentas que podem ser úteis para começar a ter mais coerência entre o sonho e a realidade.  Ao ter consciência das partes constituintes da Bússola Interna fica mais facil (re)lembrar e (re)construir a sua.  Todo mês tem uma edição em São Paulo, com três horas para você refletir sobre o que é importante para você na vida. Dessa forma, vamos começar a desenvolver caminhos para tornar seu sonho realidade. Que tal? Te espero lá!

Criando seu Trabalho com Significado

Onde: Laboriosa 89 (Rua Laboriosa, 89 - Vila Madalena - São Paulo)

Valor: R$ 85,00

Veja as datas no link abaixo

Clique aqui e se inscreva

CHECKLIST: CRIANDO SEU TRABALHO COM SIGNIFICADO

CHECKLIST: CRIANDO SEU TRABALHO COM SIGNIFICADO

Já se perguntou "o que eu preciso fazer para trabalhar com o que amo e ainda ajudar o mundo?"  Muita gente ainda tem dificuldade de achar respostas então resolvi fazer um checklist para cada pessoa criar o seu trabalho com significado

É preciso mapear e definir alguns aspectos da vida para começar a entender o que faz sentido. Quando souber o que faz seus olhos brilharem, você realmente conseguirá criar algo que façasentido para o mundo também. Todos nós deveríamos trabalhar para sanar nossas necessidades genuínas. Desta forma estaremos suprindo, também, uma necessidade real de pessoas que se encontram em situações parecidas. Portanto, é possível transformar suas necessidades em oportunidades.  

Ter um Trabalho com Significado é decidir por um estilo de vida com propósito. Esta é uma decisão que envolve todas as partes da vida. Ao longo da caminhada de criação de umTrabalho com Significado, aprendemos a falar "sim" para aquilo que realmente importa. Porém, só conseguimos fazer isso, a partir do momento que falamos "não" para tudo que estiver desalinhado com o que acredita. Por isso, o jeito mais fácil de criar um trabalho com significado é fazendo aquilo que faz sentido.   

Mergulhar em si mesmo, num processo de autoconhecimento, é o caminho que eu escolhi para achar respostas. Se não souber por onde começar, crie a sua Bússola Interna para orientar a sua jornada. 

Se quiser saber mais, no dia 17/12 vou dar um workshop "Criando seu Trabalho com Significado" em São Paulo na Laboriosa89. Vou adorar te contar dicas que serviram para mim! Falta pouco tempo então corre! Clique aqui para fazer a sua inscrição pelo Cinese

Quem é Lella Sá?

Quem é Lella Sá?

Questões pessoais que ajudaram a desenvolver o meu trabalho com significado. 

Ontem li a história de uma menina que não produz lixo há 2 anos. Ela se percebeu uma grande hipócrita por valorizar a sustentabilidade e o meio ambiente e utilizar tanta embalagem. Quando se deu conta que não estava coerente com os valores dela, ela mudou seu estilo de vida. Percebo que as pessoas estão cada vez mais caminhando em direção a viver o que acreditam e portanto, trabalhar com o que amam.  Mas, por incrível que pareça, muita gente ainda precisa de um empurrãozinho. Por isso, vim aqui contar pra você o que estou aprendendo para desenvolver meu trabalho com significado. 

Sou inquieta e tenho uma incessante busca pela minha própria liberdade para viver no ultimo grau de autorrealização plena. E o trabalho é a minha maior ferramenta pra isso.

Para mim, trabalho é vida. Se eu não faço o que amo, sei que outra necessidade interna está me movendo. E se essa necessidade não estiver servindo ao meu propósito, não vale a pena.

Depois de experimentar vários formatos de trabalho, entendi que eu precisava criar o meu jeito, aquele que me desse significado. Um trabalho com significado, para mim, é viver meus talentos e paixões para servir uma necessidade do mundo.

O norte do meu trabalho com significado é guiado pelo meu propósito. E quando finalmente encontrei, entendi que o que me traz significado, é - proporcionar às pessoas algumas soluções para que elas possam se guiar e também encontrar o seu caminho. O que me faz realizada de verdade é ajudar você que ainda não encontrou um norte, a olhar pra dentro de si e descobrir competências e habilidades, para fazer o que ama. Afinal, pra que estamos aqui se não para explorar nossos sonhos?”

Tenho necessidade de liberdade, autonomia e autorrealização, portanto transformei minhas necessidades em oportunidades. Resumidamente,  trabalho com autoconhecimento através docoaching para quem quer mais significado para a vida e o trabalho.

Além disso facilito grupos que buscam autonomia através do Estaleiro Liberdade e minha base conceitual é a Antroposofia.

Todas as formas que atuo me dão liberdade para ajudar pessoas e me dá autonomia para trabalhar a hora que eu quiser, da onde eu quiser. Ao ter clareza dos meus valores pessoais consegui elencar critérios balizadores para dar forma ao meu trabalho com significado.

 

Acredito que é possível criar um estilo de vida com propósito fazendo o que ama e cultivando relações mais profundas e verdadeiras. Além disso, descobrir o seu ritmo para fazer as coisas é essencial. Valorizar uma vida mais colaborativa – emrede -, constrói vínculos com liberdade eautonomia onde cada pessoa pode resguardar a sua autenticidade e a identidade única que a pertence. É importante fortalecermos as relações para viver como autônomo, entendendo que a interdependência é o que nos leva mais longe. O importante é fortalecer aquilo que é comum para que, em conjunto, possamos ser complementares – e não competitivos. Afinal, todo mundo tem espaço para atuação.


Se você está em busca de um trabalho com significado, usar a sua Bússola Interna pode te ajudar a orientar seu caminho. Pra isso, criei o workshop “Criando seu Trabalho com Significado” no dia 17/12 e você é meu convidado especial. Entre no link e se inscreva.

BÚSSOLA INTERNA - Uma ferramenta para você encontrar coerência entre o seu sonho e a realidade.

BÚSSOLA INTERNA - Uma ferramenta para você encontrar coerência entre o seu sonho e a realidade.

A correria do dia a dia e as demandas que a sociedade nos impõe, às vezes nos coloca em piloto automático. Percebi que “deixar a vida me levar” como diria o Zeca Pagodinho, não é a forma que eu quero viver. Busco tomar a vida nas minhas mãos. Mas, fazer isso envolve olhar pra dentro, refletir e sentir o que realmente vale a pena ser vivido.

Mergulhar em si mesmo não é algo fácil e às vezes acessamos informações que desconhecemos. Cada um de nós tem um jeito de ver e viver a vida. Pra mim, o autoconhecimento é essencial para obter respostas e através dele pude reconhecer que a essência do meu trabalho e o estilo de vida que almejo estão absolutamente relacionados.  No que isso resulta? No trabalho com significado e no estilo de vida com propósito.

Cada pessoa carrega sua bússola interna e pra mim, olhar pra dentro é consultá-la sempre que preciso. Pra você entender melhor, chamo de “Bússula Interna" o mapeamento para exercer uma vida com propósito. É a combinação da missãovisãovaloresnecessidadespaixõeshabilidades, entre outras coisas que me ajudaram e também podem ajudar você a se sentir autorrealizado.

Cada pessoa carrega a sua Bússola e se orienta no percurso da vida. Algumas de forma mais consciente. Outras, menos. Quando consegui materializá-la, ela passou a ser minha ferramenta para tomar decisões. Sabe aqueles momentos em que estamos indecisos, sem saber qual é o próximo passo? Então. A Bússola Interna serve como guia.

Por causa disso, convido você a participar do workshop “Criando um Trabalho com Significado” onde irei apresentar a Bússola Interna para você relembrar da sua. Em algumas horas, vou compartilhar algumas questões que me trouxeram clareza para consolidar meu estilo de vida com propósito. E quer saber? Vou adorar te contar minha experiência e possibilitar que você encontre suas próprias respostas.

 Aqui, algumas informações sobre o workshop:

*  Criando seu trabalho com significado

Quando: 17/12

Onde: Laboriosa 89 (Rua Laboriosa, 89 - Vila Madalena São Paulo - SP)

Valor: R$ 85,00

Clique aqui para fazer a sua inscrição pelo Cinese

Bússola Interna - Cada um tem a sua.